fbpx

Blog HellTattoo

/
Blog

O que é hiperpigmentação e hipopigmentação? Pode acontecer na remoção de tatuagem?

hiperpigmentação e hipopigmentação

Já ouviu falar sobre o risco de hiperpigmentação ou hipopigmentação na remoção de tatuagem? Muitas pessoas têm receio de procurar a remoção de tatuagem a laser por causa do risco de aparecerem manchas.

No entanto, a hiperpigmentação e hipopigmentação são riscos que podem ser minimizados de acordo com a boa conduta profissional que está realizando o procedimento de remoção.

Bem como, utilizando tecnologias que são apropriadas para a remoção de tatuagem eficiente. Garantindo um resultado natural na pele. Nós vamos te explicar mais sobre o que é hiperpigmentação e hipopigmentação a seguir. Continue a leitura!

Entenda o que é hiperpigmentação e hipopigmentação

A hiperpigmentação e hipopigmentação, são processos que podem ser estimulados pelo uso de laser na região da tatuagem visando sua remoção.

Acontece que, o laser é uma onda de comprimentos variados, que possibilita atingir o pigmento sem causar danos significativos na pele ao redor.

No entanto, se o laser não for o adequado ou se a pele não receber os cuidados necessários após a sessão, é possível que a ação do laser estimule a hiperpigmentação ou hipopigmentação.

Causando manchas mais escuras ou mais claras na região da pele que foi atingida pelo laser. O mesmo pode acontecer se a pele ao redor da tatuagem for constantemente atingida pelo laser sem que exista um pigmento na região a ser removido.

Em ambos os casos de alteração do pigmento natural da pele, é possível tratar e reverter o problema. Apesar disso, é sempre importante que o paciente saiba que está se expondo a esse risco antes de iniciar o processo de remoção a laser.

Uma vez que, a hiperpigmentação e hipopigmentação não ocorrem somente por má conduta profissional. A má conduta do próprio paciente pode ocasionar essas manchas na pele.

Hiperpigmentação e hipopigmentação: é possível evitar?

Uma série de cuidados podem ser adotados para que a hiperpigmentação e hipopigmentação não aconteçam.

O primeiro cuidado e, talvez, o mais fundamental é procurar um bom profissional. Uma vez que, o especialista terá condições de analisar a sua pele e identificar quais são os recursos mais indicados para a remoção de tatuagem na área.

Possibilitando também, que o bom profissional seja capaz de passar as orientações corretas para o cuidado da pele em casa após a sessão. O que é fundamental para que seja possível ter bons resultados no processo de recuperação da pele a curto e longo prazo.

Afinal, a hiperpigmentação pode ocorrer por exposição ao sol após a sessão. A pele ainda está lesionada pela ação do laser na região e quando exposta ao sol sem a devida proteção, pode sofrer com as alterações de pigmentos.

Como evitar a hiperpigmentação em cidades ensolaradas?

É interessante adotar uma série de cuidados para evitar a hiperpigmentação em cidades que são muito ensolaradas.

Um dos cuidados mais importantes é utilizar protetor solar e reaplicar ao longo do dia. De modo que, seja possível evitar os efeitos nocivos dos raios solares na pele que está em cicatrização.

Além disso, é importante ficar atento que pessoas muito expostas ao sol podem utilizar roupas com fator de proteção solar. Dessa forma, será possível reforçar a proteção na região, evitando que o sol prejudique a cicatrização e provoque a hiperpigmentação da pele.

O uso de novas tecnologias de remoção de tatuagem

Um fato muito interessante é que, os lasers mais modernos como o picossegundos e o nanossegundos são mais eficazes no quesito remoção de tatuagem sem manchas na pele.

O laser mais moderno é especialmente positivo para a remoção de tatuagem em pele negra. Possibilitando que, a pele seja preservada do risco de hipopigmentação que é mais elevado em peles negras. O risco é mais alto justamente por causa da presença de melanina na pele negra ser maior quando comparado a pele branca.

Portanto, ter um laser mais eficiente e um profissional experiente são cuidados importantes para evitar a hipopigmentação em pele negra. Assim como, manter os mesmos cuidados já citados em relação à exposição solar.

Geada branca não é sinal de hiperpigmentação ou hipopigmentação

É importante destacar que, após a sessão de remoção a laser é comum um efeito conhecido como geada branca.

Esse efeito geada branca deixa a pele esbranquiçada por alguns minutos após o estímulo ocorrido durante a sessão de remoção. Aproximadamente 1 hora após a sessão, já é possível perceber que o efeito foi eliminado e a pele está com a sua cor normal.

Esse efeito ocorre como uma reação de seu corpo ao processo de quebra do pigmento quando o laser atinge esse pigmento na mais profunda camada de sua pele. Portanto, é normal que a geada branca ocorra após as sessões, sendo mais evidente na primeira sessão e menos evidente nas últimas sessões.

E é totalmente natural que a geada branca ocorra de forma momentânea, sumindo igualmente de forma natural.

Cuide da sua pele antes e após as sessões para preservá-la

É fundamental que toda pessoa que deseja apagar uma tatuagem adote os cuidados necessários para preservar essa pele. Entre os cuidados estão hábitos muito básicos como beber 2 litros de água todos os dias, consumir frutas, legumes e verduras diariamente.

A nutrição proveniente de bons hábitos alimentares é importante para um sistema imune fortalecido capaz de eliminar o pigmento da pele. Portanto, são cuidados essenciais.

Bem como, é responsável por uma cicatrização eficiente, possibilitando que os riscos de danos em sua pele sejam minimizados.

Usar protetor solar na região todos os dias, não se expor ao sol de forma proposital como em idas à praia ou piscina e usar roupas de proteção em regiões que ficam mais expostas, são cuidados relevantes.

De modo que, a pele possa cicatrizar com maior eficiência e isso possibilite que o tempo entre uma sessão e outra de laser seja o menor possível. Eliminando todos os pigmentos de forma rápida e sempre prezando pela qualidade da pele durante todo o processo.

Caso o problema se apresente mesmo com todos os cuidados ou já tenha se apresentado e você esteja buscando uma solução, o tratamento é procurar ajuda de um bom dermatologista que irá orientar e individualizar a solução de acordo com a sua necessidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *