Cuide bem da sua tatuagem

Ao se fazer uma tatuagem, alguns cuidados básicos são de suma importância para que o desenho fique conforme o que foi desejado, evitando a sua descoloração, infecção e até deformidades na tatuagem.

A fixação dos pigmentos na pele ocorre através de um processo inflamatório local, mas sem complicações secundárias. Esse processo caracteriza-se pela vermelhidão e inchaço no local, variando de pessoa para pessoa, no prazo de aproximadamente 72 horas.

Após a tatuagem ser confeccionada, é necessário se fazer um curativo no local com uma pomada que contenha o ácido dexpantenol, cuja função é a reconstituição do tecido epitelial (pele). A proteção da região tatuada de infecção e lesões também deve ser feita cobrindo com um filme plástico e, deve ser repetida, principalmente se a tatuagem for confeccionada em uma região onde possa sofrer pressões através de roupas, calçados, etc.

Confira essas dicas:

A limpeza frequente evita infecções. É importante o uso de sabonetes antissépticos antes da troca do filme plástico e do uso da pomada, para retirar o produto utilizado nas vezes anteriores. Essa higienização pode ser feita durante o banho. Não use buchas, nem sabonetes com cheiro forte para limpar a região, pois isso faz com que a incidência de alergias aumente e o processo de cicatrização seja prejudicado.

Um dos cuidados do tatuador é passar pomada na tatuagem antes de você sair do estúdio. Esse hábito deve ser mantido em casa. O comum é usar pomadas como bepantol, que ajudam na cicatrização. Nos primeiros dias, o ideal é que a pomada seja passada de uma a três vezes ao dia, sendo a principal delas de noite, antes de dormir. O seu uso deve ser mantido, ao menos, durante os 20 primeiros dias.

O filme plástico funciona junto à pomada na proteção do desenho. O isolamento da área com papel-filme facilita a absorção de agentes presentes nos cremes e ajuda a evitar infecções. No entanto, não se deve ultrapassar o período de três dias com o mesmo filme, pois isso poderá facilitar o crescimento de bactéria. No período de uso do filme, ele deve ser trocado toda vez que houver higienização e/ou uso da pomada.

O sol pode interferir na cicatrização e fixação dos pigmentos. A radiação UV atinge a derme e provoca um processo inflamatório que resulta na reabsorção dos pigmentos. Por isso, a recomendação  é a utilização de proteção solar, seja ela com protetores solares ou roupas. Dê preferência aos protetores solares para bebês, que formam uma camada protetora sobre a pele e causam menos alergias.

A curiosidade para ver o resultado final da tatuagem é grande, mas nada de puxar a casquinha. Além de ela cair sozinha, puxá-la pode deixar sua pele exposta a infecções. A crosta está ali por um motivo, proteger uma pele que não está pronta para ser exposta, removendo-a, você está expondo a pele que não está pronta.

É normal que dê aquela coceirinha depois de fazermos uma tatuagem, mas é preciso resistir a essa vontade. Em vez de coçar, dar tapinhas de leve no local. Os tapinhas aliviam sem prejudicar a cicatrização, mas só de levinho. No entanto, quando a coceira está muito forte, o ideal é retornar ao estudio ou procurar um dermatologista, já que isso pode ser uma reação alérgica até mesmo à tinta.

Além de se expor ao sol, na praia você também se expõe a mais infecções. Por isso, os dermatologistas orientam ficar longe desse ambiente, assim como de piscinas e clubes – onde fica mais fácil contrair uma infecção.

Cada organismo reage de uma forma, tem-se notado que esses tipos de comidas podem causar alergias no local tatuado de algumas pessoas e, por isso, recomendamos que sejam evitados alimentos muito condimentados e gordurosos para todas as pessoas, por prevenção mesmo. Mas o problema é a ingestão em excesso. Não há problemas, por exemplo, em comer um bombom ou um hambúrguer – o problema é devorar uma caixa de bombons ou uma feijoada.