Cuide bem do seu alargador

O uso do alargador de orelha ou alargador de lóbulo pode ter começado no antigo Egito, antes mesmo da criação da escrita. Hoje em dia é considerado como uma body modification (modificação corporal) que consiste em aumentar a perfuração do lóbulo da orelha. Para introduzir vocês um pouco mais nesse mundo, ai vão alguns conceitos básicos:

Como é feita a colocação de um alargador de orelha

Existem três métodos para alargar as orelhas: Por Pinos de Inserção, por Scalp e com o Dermal Punch.

Para alargar as orelhas com Pinos de Inserção é preciso ter as orelhas furadas, de preferência bem no meio do lóbulo. Os pinos são de aço cirúrgico em forma cônica que vão desde os 2mm até 20mm. O trabalho dos pinos de inserção é basicamente forçar a dilatação da pele, por isso a forma cônica. Além disso, a forma facilita no caso da necessidade do uso de vários pinos em sequência.

Já para alargar os lóbulos por Scalp, é necessário fazer um corte ou remover uma parte da pele com um bisturí, para em seguida passar um pino de inserção e fazer a colocação do alargador. Uma praticidade do scalp com relação aos pinos de inserção está na dimensão que pode ser alcançada de uma única vez, pois com o corte a dor e a tensão são menores na orelha, podendo-se colocar de uma só vez até uma peça de mais de 10mm.

E também tem o Dermal Punch, que por meio de um utensílio cirúrgico usado para fazer biópsias, uma “fatia” circular é removida do lóbulo, permitindo assim a colocação do alargador.

Quanto se deve alargar

É difícil saber até quanto alargar, principalmente porque não se tem uma noção de como a orelha alargada fica sem o alargador; se ela fica apresentável ou se é melhor passar o resto da vida com a jóia na orelha. Muitas pessoas tem dúvidas se poderão tirar o alargador para trabalhar ou não.

Então, por essas e outras dúvidas, vamos mostrar algumas orelhas alargadas sem a joia pra que vocês possam ter uma ideia de como fica e escolher o melhor tamanho de alargador  pro seu estilo de vida!